Estamos vivendo um momento em que todos falam em crise e dificuldade financeira. Mas quando acessamos as redes sociais parece que todos estão felizes, viajando, comprando e se divertindo. A impressão é que o mundo está em festa, e que você foi o único que não foi convidado. Começamos a nos comparar com a imagem que os outros projetam. A imagem do Instagram que mostra um corpo perfeito, a aura de felicidade nas festas e viagens que você não pode fazer, o relacionamento que você não tem. Será que apenas a nossa vida tem problemas?

Será que todos estão mesmo tão felizes ou estão passando uma imagem imposta pela sociedade?

 

Mente equilibrada

Vamos falar um pouco a respeito da importância de aceitarmos nossas emoções para que possamos elaborá-las e tratá-las da melhor maneira possível. E, em casos mais específicos, podemos procurar, inclusive, a ajuda da psicoterapia.

Somente quando encaramos nossos medos, tristezas e decepções de maneira ativa e consciente podemos vencê-los e nos fortalecermos.

Lutar contra sentimentos negativos apenas para mostrar aos outros que estamos bem ou não seguir conselhos de quem procura nos ajudar pode agravar ainda mais a situação. Essa situação cria um círculo vicioso em que cada vez mais nos tornamos confusos e frustrados porque a realidade não é semelhante ao que idealizamos e projetamos.

Por que lutar contra as emoções negativas ao invés de aceitá-las? Devemos sim, nos permitir sentir tristeza, frustração ou medo. Isso é importante, traz crescimento e nos ensina a lidar com as mais diversas situações.

Não há porque julgar ou sentir culpa. Esta atitude tem tudo para se tornar uma luta exaustiva e contínua. As emoções, boas ou ruins, fazem parte de nossa vida. Temos alterações emocionais. Sendo assim é preciso saber aceitar e aprender como lidar com elas.

À medida que consideramos nossas emoções válidas e passamos a aceitá-las sem insistir em mudar, elas passam a seguir o seu curso em nossa vida e acabam passando. Quando vemos, já estamos livres daquela emoção que nos incomodava.

Não podemos passar pela vida sem sentir dor. As experiências positivas se revelam porque as negativas também existem. O contraste entre as duas é que dá significado a cada uma.

 

Respeito ao sofrimento

É importante respeitar o sofrimento, sem restrições ou punições. Temos o direito a nos sentir mal de vez em quando, de chorar ou de nos importar com algo que aos olhos dos outros não tem significado.

Mas isso não significa que devemos ficar resignados na dor e não fazermos nada. Mas sim, deixar que a emoção aconteça e nos mostre o que podemos fazer a respeito. Uma hora a dor passa e as emoções positivas voltam. Aí o aprendizado recebido nos deixará fortalecidos para enfrentar outras situações

 

Como a psicoterapia nos ajuda a aceitar nossas emoções?

O objetivo da psicoterapia é o autoconhecimento, a aceitação de quem somos, nossas emoções e nossas atitudes. Os medos, fobias, tristeza, depressão, estresse são alguns dos casos em que a psicoterapia pode ajudar o paciente a reconhecer suas emoções e trabalhá-las de forma a aceitar e aprender como lidar com elas.

Está difícil aceitar e lidar com suas emoções? Converse com um psiquiatra. O texto foi útil? Compartilhe em sua rede de amigos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu