Esporte e saúde física sempre tiveram uma ligação muito forte e comprovada, tanto cientificamente, quanto por quem pratica. Mas e a mente? Qual a importância do esporte para a saúde mental? Existe relação entre os dois? Quais os benefícios trazidos pelo esporte às nossas emoções e ao nosso cérebro? Hoje vamos abordar respostas a estas questões.

A prática de esportes proporciona saúde para o corpo, promovendo o fortalecimento dos músculos, aumento da capacidade cardiovascular e pulmonar, fuga do sedentarismo e melhoria do bem estar.

Isto muita gente já sabe. Mas o que nós, médicos, temos estudado e comprovado pela experiência é que a prática do esporte pode colaborar e muito na redução de doenças degenerativas e diminuir, também, os riscos de transtornos como depressão e estresse.

A importância do esporte para a saúde mental

Quem faz esporte regularmente percebe a sensação de bem-estar que os exercícios físicos proporcionam na medida em que garantem maior energia, sono mais tranquilo e melhora da memória.

Muitos comentam que se sentem mais positivos, o que nos leva a crer que a prática esportiva pode sim ser considerada um excelente antídoto contra problemas de saúde mental.

E não estamos falando apenas de adultos. Desde a infância e adolescência, o esporte faz parte da vida de muitas pessoas e o envolvimento em atividades esportivas nestas faixas de idade promove a diminuição de sintomas de depressão e estresse.

Algumas análises dão conta de que a simples participação nas atividades esportivas em âmbito escolar, por exemplo, já são capazes de proteger a saúde mental.

Exercícios físicos no tratamento da depressão

Outros estudos mostram que o exercício físico no esporte pode ser, inclusive, utilizado no tratamento da depressão leve a moderada. Seus efeitos antidepressivos foram encontrados com maior frequência quando avaliados em relação a exercícios aeróbicos.

O interessante é que a eficácia do exercício se equipara à ministração de medicamentos antidepressivos, porém livre dos efeitos colaterais. Claro que a terapia farmacológica ainda é tida como bastante eficaz e por isso continua sendo usada para o tratamento de todas as doenças mentais. Mas, para evitar os possíveis efeitos adversos da medicação, a prática de esportes começa a ser vista como um importante tratamento na promoção da saúde mental.

O exercício físico promove uma série de mudanças no cérebro, desde o crescimento neural e redução de inflamação, passando pela liberação de endorfina e até renovação dos padrões cerebrais. Além disso, proporciona a sensação de calma e bem-estar.

Vale lembrar que, adicionalmente, a prática esportiva também significa um período de tempo no qual os pensamentos negativos, que levam à depressão, são colocados de lado.

Idosos: um capítulo à parte

Estudos sobre a eficácia do uso dos exercícios físicos, presentes nas várias modalidades de esportes, provam que eles são essenciais para tratar e evitar distúrbios mentais. Entre a população idosa, grupo que vem crescendo em nossa sociedade, registra-se, também, um aumento de casos de doenças neurodegenerativas, depressão e problemas mentais como desordens, transtorno depressivo maior (MDD), demência e doença de Parkinson.

Sabemos também que há pesquisas indicando que 20% da população brasileira sofre de depressão, incluindo neste percentual, principalmente, pessoas do grupo considerado na terceira idade.

É neste contexto que podemos concluir que é fundamental o incentivo da prática de exercícios físicos – relacionados ou não à prática esportiva – também entre os idosos. Já que eles promovem fortalecimento, bem-estar físico e a manutenção da saúde mental.

Controle do estresse

Quando vivemos uma situação de estresse, temos reações físicas e mentais, não é mesmo? Nossos músculos, pescoço e ombros ficam tensos. Os batimentos cardíacos se alteram, nosso sono fica irregular e o sistema digestivo é afetado. Tudo isso atinge nossa mente e piora ainda mais o conjunto de sintomas.

O esporte libera para o cérebro endorfinas, que ajudam a relaxar os músculos e aliviar a tensão. Logo, o ditado mente sã em corpo são faz todo o sentido. Um corpo relaxado pela prática do esporte produz uma mente também mais saudável e livre do estresse.

Benefícios do esporte para nossa saúde em geral

Como mente e corpo são uma unidade e precisam funcionar em harmonia, o esporte é capaz de promover benefícios que podem ser sentidos pelo organismo como um todo. Veja alguns deles:

  • Memória: as endorfinas que provocam bem-estar também ajudam na concentração. O esporte ainda contribui para o crescimento de novas células cerebrais.
  • Autoestima: a atividade esportiva regular melhora a autoestima, fazendo com que o indivíduo se sinta mais forte e mais feliz com seu corpo. Além do que as metas conquistadas no esporte promovem um sentimento de realização pessoal.
  • Sono: os exercícios presentes na prática esportiva ajudam a regular o sono.
  • Energia: com o aumento do ritmo cardíaco proporcionado pelo esporte, as atividades diárias se tornam mais fáceis de serem realizadas.
  • Resiliência: a prática de algum esporte nos ajuda a lidar com confrontos e desafios mentais ou emocionais, evitando a fuga para “saídas” que só pioram a situação como o uso de álcool ou drogas.

O conteúdo foi enriquecedor para você? Acompanhe nosso blog e fique por dentro de assuntos interessantes a respeito de saúde mental.

Deixe uma resposta

Fechar Menu